Capitulo 101 – Paris

julho 13th, 2013

O grande desafio deste capitulo do Diário é falar de Paris e contar algo novo.

Uma cidade que já foi cantada em verso e prosa, fotografada, filmada e narrada, não reserva muitas surpresas  … Então, o que registrar do meu final de semana na capital francesa com Andrea e as meninas  sem parecer o guia Lonely Planet ?

Pensei em uma abordagem nova (para mim) e ao invés de passear pelas letras, onde me movo com mais conforto, vou arriscar falar de alguns números. A tarefa não é difícil se começo pelo Museu do Louvre, o grande motivo dessa viagem.

Explico: a Alice chegou um dia em casa e disse ao Andrea que queria ir a Paris. Ele pensou imediatamente que ela queria visitar a EuroDisney mas, para sua surpresa, ela completou o pedido: Quero visitar o Louvre porque quero muito ver o Código de Hamurabi. Essa é a Alice, que com dez anos de idade tem um boletim de fazer inveja a qualquer pai que eu conheço: de nove matérias tem oito 10 e um 9. Mas ela não é uma “cdf”, é uma menina normalíssima que brinca, vê TV, briga e joga com a irmã, adora o horário de ir dormir para ouvir o pai ler uma estória de pequenos heróis e fadas e quando esta entediada fica fazendo contas de divisão e multiplicação de cabeça…. Ela é a pessoa mais justa e seguidora das regras que já cruzou meu caminho. Não admite trambiques ou qualquer pequeno desvio: quando a Gaia completou 6 anos e fomos visitar o Aquário de Genova, ela nos vigiou para ter certeza que havíamos comprado o ingresso correto pra a irmã porque comentamos que até os 5 anos era grátis. No dia que fui busca-la na escola a pedido do Andrea, ela correu pro meu colo mas antes de  sairmos me perguntou: Mas vc tem uma autorização assinada pelo papai para vir me buscar?

E assim, como premio pelo seu ótimo boletim, fomos para o Louvre ver o Código de Hamurabi, (o que confirma minha sensação de que ela será uma grande advogada).

O que é aquele museu !!??!!

É o museu mais visitado no mundo. Em 2011 recebeu  mais de 8 milhões de visitantes (enquanto o British Museum não chegou a 6 milhões).  Desse total, 33 % são franceses e 67% estrangeiros.

Dos estrangeiros, os norte americanos vem em primeiro lugar, com 17%. Quem vem em segundo lugar? Quem arrisca?? Vou contar : Brasiullllll….. Somo nois na fita, com 7% do publico!! Depois vem a Austrália e em quarto lugar, mas o primeiro lugar entre os europeus, a Itália.

É isso, os italianos vem da Itália em peso para ver la Gioconda, ou a Mona Lisa, que é também a obra mais visitada de todo o museu, do italiano Leonardo da Vinci, que esta na importantíssima e destacada ala dos pintores italianos junto com os Giotto, Rafaello, Caravaggio, Tintoretto, Fra Angelico entre outras preciosidades italianas…  e pagam para ve-las, além de ver todas as esculturas romanas que estão aqui. O Louvre sozinho recebe mais visitantes do que todos os museus italianos somados!!!

Ficou a pergunta: Gioconda ou Mona Lisa. Pode ser que os mais cultos dos meus leitores saibam o porquê, assim, explico para os demais: Gioconda era o apelido da moça, que quer dizer “a risonha”, ou então era para lembrar seu marido conhecido como Giocondo. E Mona Lisa é apenas a abreviação de seu nome: Mona de Madona, senhora, Lisa de Elisa: a Senhora Elisa, a sorridente!

Saindo do Louvre vamos jantar em Montmartre, o bairro boêmio, para providenciar um presente para a mãe do Andrea: um retrato das meninas feito pelos tradicionais pintores franceses que se reúnem ali, no alto da cidade. Tomei o maior susto, um choque de globalização, um retrato desses tempos modernos. Os pintores de Montmartre agora são chineses!!  Quase a metade dos artistas que ficam sentados na pracinha oferecendo seus serviços de retratistas é oriental, falam pouco francês e negociam escrevendo os números nas suas pranchetas, como em Pequim …. um choque!

Final de semana finito, as meninas felizes com seus retratos, é hora de voltar para casa.

Para terminar o capitulo, volto um pouco aos números. Descubro que Paris não é a primeira cidade do mundo em n° de chegada de turistas. É a terceira. Em 2012 a líder foi Londres e em 2013 devera ser Bangkok na Tailândia.  Roma vem em 8° lugar e o Rio de Janeiro em 35°, depois de Shanghai, Toronto, Kuala Lumpur, Meca, Cancun e Benidorm na Espanha …. e mesmo assim já é um caos ….

Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

* Copy this password:

* Type or paste password here:

727 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>